A AES Tietê

A energia que impulsiona o Brasil passa pela gente

A AES Tietê Energia S.A. é uma das mais eficientes geradoras de energia elétrica do Brasil, com um parque gerador composto por nove usinas hidrelétricas e três Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH's), com capacidade instalada de 2.658 MW e garantia física de 1.278 MW médios, localizadas nos rios Tietê, Grande, Pardo e Mogi-Guaçu, nas regiões central e noroeste do Estado de São Paulo.

Em 1999, o grupo AES adquiriu a Companhia de Geração de Energia Elétrica Tietê, uma das três empresas criadas no processo de cisão da Companhia Energética de São Paulo (CESP) para privatização. A empresa, até então denominada AES Tietê S.A., manteve o parque de 12 usinas hidrelétricas e é controlada, desde 2003, pela Companhia Brasiliana de Energia – holding formada pela AES Corp e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A AES Tietê S.A. tem concessão de 30 anos (até 2029) e quase a totalidade de sua energia assegurada estava contratada, até 2015, por meio de um contrato bilateral de compra e venda de energia elétrica com a AES Eletropaulo. Considerando o vencimento em dezembro de 2015 do contrato de energia com a AES Eletropaulo, a AES Tietê S.A. iniciou em 2012 sua estratégia de comercialização de energia para negociar a maior parcela de sua energia disponível no Ambiente de Contratação Livre (ACL).

Em julho de 2011, a Companhia finalizou a construção da PCH São Joaquim, em São João da Boa Vista (SP), que somou 3 MW à capacidade instalada da AES Tietê S.A. e que fica localizada no Rio Jaguari – Mirim. Há ainda a unidade PCH São José, também localizada no Rio Jaguari-Mirim, com 4 MW de capacidade instalada, na qual a construção foi finalizada no início de 2012.

Em 31 de dezembro de 2015, foi finalizada a reestruturação societária da AES Tietê S.A. e de sua controladora, a Companhia Brasiliana de Energia. Nessa reestruturação, a AES Tietê S.A incorporou a a AES Rio PCH Ltda. e, posteriormente, foi incorporada pela Companhia Brasiliana de Energia. A denominação da Companhia resultante foi alterada para AES Tietê Energia S.A..

AES Tietê

Nossos números (2016)

  • 9 usinas hidrelétricas e 3 pequenas centrais hidrelétricas
  • 362 colaboradores próprios e 895 contratados
  • 2.658 MW de capacidade instalada (6,6% da capacidade instalada do Estado de São Paulo e 1,8% da capacidade nacional)
  • 1.278 MW de garantia física
  • 13,1 mil GWh de energia gerada
  • 15,7 mil GWh de energia faturada
  • R$ 1,561 milhões de receita líquida
  • R$ 101,0 milhões investidos principalmente em manutenção e na modernização do parque gerador
  • R$ 359 milhões de lucro líquido

A Companhia possui um conjunto de vantagens competitivas que lhe permitem continuamente melhorar sua performance operacional e financeira. Essas vantagens consistem principalmente em:

  • Forte capacidade de geração de caixa;
  • Boas práticas de governança corporativa;
  • Adoção de práticas sustentáveis na condução dos negócios;
  • Prática de remuneração dos acionistas nos últimos 5 anos: Pagamento trimestral da totalidade do lucro líquido
  • Administração experiente - Os conselheiros e diretores da Companhia possuem vasta experiência nos segmentos de distribuição e geração de energia elétrica, tanto no setor privado como no público.
  • Acionistas importantes e comprometidos - A AES Corporation é uma companhia líder no mercado mundial de energia elétrica com mais de 36GW de capacidade instalada (sendo mais de 8 GW de fontes renováveis) que opera ativos em 18 países, atendendo mais de 100 milhões de pessoas. A AES Corp também é líder global em armazenamento de energia, com um total de 346 MW de capacidade de armazenamento. O BNDES é o maior banco de desenvolvimento da América Latina, sendo a principal instituição financeira de execução das políticas de investimento do Governo Federal, auxiliando diretamente por meio da BNDESPAR.
  • Portfólio de ativos diversificado

A AES Tietê Energia S.A. tem 2.658 megawatts (MW) de potência instalada. São doze usinas hidrelétricas localizadas nas regiões central e noroeste do Estado de São Paulo. Cinco delas - Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão e Nova Avanhandava - ficam no rio Tietê, que corta o estado no sentido leste-oeste, com 1.100 quilômetros de extensão. Essas usinas foram projetadas e construídas visando ao múltiplo aproveitamento da água. Além da geração de energia, elas permitem controle de cheias, navegação hidroviária, desenvolvimento da piscicultura e atividades de recreação, entre outros usos.

A usina Água Vermelha, com 1.396 MW de potência instalada, é a maior hidrelétrica da companhia, respondendo sozinha por 59% da energia assegurada total da empresa. Está localizada no Rio Grande, na divisa entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais.

Há outras três hidrelétricas no rio Pardo - Caconde, Euclides da Cunha e Limoeiro - e mais uma no rio Mogi Guaçu, também denominada Mogi Guaçu.

Características gerais das usinas

Bacia
Hidrográfica/Rio
Usina Início da
Operação
Quantidade de
turbinas
Capacidade
instalada (MW)
Alto Tietê Barra Bonita 1963 4 141
Alto Tietê Bariri 1965 3 143
Alto Tietê Ibitinga 1969 3 132
Alto Tietê Promissão 1975 3 264
Alto Tietê Nova Avanhandava 1982 3 347
Rio Grande Água Vermelha 1978 6 1.396
Pardo Limoeiro 1958 2 32
Pardo Euclides da Cunha 1960 4 109
Pardo Caconde 1966 2 80
Mogi-Guaçu Mogi-Guaçu 1994 2 7
Jaguari-Mirim São Joaquim 2011 1 3
Jaguari-Mirim São José 2012 1 4
TOTAL       2.658

Mapa

logo índice sustentabilidade empresarial logo tiet3 logo tiet4 logo tiet11

Copyright 2015 AES Tietê - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB